terça-feira, março 8

Dia Internacional da Mulher - 8 de Março

Hoje é dia internacinal da Mulher. E como tal, lá recebi mais um postalito da minha presidente de câmara. É feiozito, mas não sei porquê, gostei de o receber.
Ao ler este postal e um post num blog ali ao lado, lembrei-me de tudo o que tenho enfrentado na minha vida profissional, lembrei-me das vezes que gritei para o ar "Má sorte ter nascido Mulher". Mas o facto é que gosto muito de ser mulher e da profissão que tenho. Por isso só me resta continuar a enfrentar a idiotisse dos Homens, umas vezes sem sucesso, outras com muito gozo, enfim...
Mas hoje também não me apetece escrever sobre isso, talvez um dia, quem sabe. Talvez um dia em que eu chegue a casa revoltada com mais uma situação injusta, ou satisfeita por têr posto no seu lugar alguem que duvidou das minhas capacidades profissionais pelo facto de ser Mulher.

4 Comments:

Blogger Reporter said...

O postal é feio? Bota feio nisso, amiga.
O gajo aqui do lado não se pode expandir muito. Ainda assim, passa lá pelo blogue do gajo, onde tens a resposta possível.
Talvez consigas chegar ao resto.
Bjs.

6:37 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O Dia Intenacional da Mulher é assunto corrente é fugaz fonte de inspiração para se olhar para o ser feminino com toda a sua simplicidade e complexidade. Peca e perde por inspirar fugazes momentos de romantismo, como sucede com a lembrança do espírito do Natal apenas...no Natal, e por ser generalista, nomedamente sobre o que é Ser Mulher. Não me parece que seja ser Mãe.Grandes mulheres nunca tiveram filhos. Não me parece que seja ser Irmã. Grandes mulheres nunca tiverem irmãos. Não me parece que seja ser Esposa. Grandes mulhres nunca casaram. Não me perece que seja ser namorada. Grandes mulheres "admitiram" nunca terem namorado. Serem Filhas de alguém é a única palavra certa e segura, por esta ordem de idéias.
mas afinal, onde está a sua Grandeza? Para mim no facto de serem meninas, mães, filhas, irmãs, amantes, namoradas, casadas, solteiras,etc., mesmo que concrteamente o não sejam. Não precisam de um estauto decrito por uma palavra para despertarem a riqueza complexa de sentimentos que fervilha dentro delas. Nem de estatutos, nem da ajuda de nínguém para o serem. Por causa da atenção e da sensitividade telúricas que lhes é tão natural, mesmo inatas. E que devriam manter-se inquebradas por todos os dias da sua vida. Uma flor apenas por existír, não tem que ser espezinhada. Muito menos deixar-se espezinhar.
Ps-O dia intenacilal de hoje tem o teu Nome.
beijos grandes linda
beijos

7:00 da tarde  
Blogger Espectacologica said...

Olá amiga mulher! :)
Ainda há café? ;)
Beijos

11:50 da manhã  
Blogger mabeka said...

Há pois! sempre a sair cremoso, quente e saboroso.
Beijos

1:16 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.